sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Hoje quando sai do banho fiquei algum tempo a escovar o meu cabelo. Dei-me conta da quantidade de cabelos brancos que ja tenho, dos dezoito que foram ontem, do tempo que nao volta.
Das coisas tolas que vivi, em que acreditei; da gente que passou e que vai passando como num desfile de Carnaval. Tenho vontade de chorar por todas as coisas tristes; nem sequer vale a pena.
Tão difícil a sorte, o amor, a verdade.
(...)

Sem comentários:

Enviar um comentário