quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Querida B.

Ha dias bem tristes.
Cada vez que sei que o mundo a tua volta ja te fecha portas aos cinco anos de idade, tenho vontade de chorar com o mesmo Amor imenso como se fosses minha.
Quando a avo me diz que ja nao te alegras nem com um pai natal de chocolate, nem com uma saia de princesa, eu sei que sao as paredes do teu coração pequenino que começam a estar feitas de remendos.
(...)

Sem comentários:

Enviar um comentário