sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Sinto-me exausta. De todas as coisas boas que trabalhar me faz sentir, a melhor mesmo é perceber que nao perdi a minha capacidade de luta. Muito sozinha nesta aventura, deito a minha cabeça no travesseiro e sinto-me orgulhosa de mim mesma; meio ano de pós-graduação ja passou.
(...)

Sem comentários:

Enviar um comentário