domingo, 3 de julho de 2016

Quando vim embora da ilha, entre tantas coisas, deixei ficar com a minha mãe uma orquídea a qual houve quem a desse por morta.
Passados cinco meses regresso a ilha e encontro a orquídea com mais de dez botões, florida como nunca antes a tinha visto, nem mesmo no dia em que a comprei.
Quem sabe a Vida seja so mesmo uma questão de bem cuidar, e de tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário