sexta-feira, 8 de julho de 2016

Ha sempre um momento no dia que sobrepõe todos os outros, especialmente para uma tola como eu.
Fui a uma igreja e justo na entrada estava uma senhora a encerar o chão, nao fui capaz de pisar e resolvi, por causa disso, visitar a igreja por fora.
Eu nao conservo em mim esse dom de ser feliz a tempo inteiro, preciso de viver as minhas angustias de corpo e alma, chorar tudo ate ao fim. Mas por vezes, acontece de quase em jeito de sobrevivência, ser muito feliz com os mais pequeninos detalhes que possam imaginar.
Estamos a oito de Julho, e num canto do jardim que circunda a igreja, o que foi que eu encontrei?

Sem comentários:

Enviar um comentário