domingo, 3 de julho de 2016

Do Amor


"Uns amigos decidiram adoptar dois meninos, que viram recém-nascidos, e a quem, por acaso, deram os nomes dos meus amigos. Isto passou-se em África há dois ou três anos, no âmbito de um trabalho que os dois desenvolvem com comunidades locais. (Parecia destinado.) Os meus amigos têm outros filhos, não em comum. Ela teve um cancro na mama, de que está safa, para já. Ele é 22 anos anos mais velho, passou os 60 e dispôs-se a começar uma nova vida. Há melhor expressão disso do que ter filhos pequenos e a impressão de que há uma vida inteira para viver?
O que me mais me surpreende, sempre, é a capacidade imensa que certas pessoas têm de amar. Parece uma coisa óbvia. Não é. Os meus amigos vão mudar de vida como se isso fosse fácil. Vai ser difícil, é para sempre, só pode correr bem. 
Ontem vi na rua esta pintura e pensei neles: a senhora é muito linda, podia ser a mãe dos meninos… O jardim na cabeça é o mundo a florescer."

Imagem e texto do facebook da maravilhosa Anabela Mota Ribeiro

Sem comentários:

Enviar um comentário