segunda-feira, 13 de junho de 2016

Sobre o milagre da alegria do reencontro

Meu gato está doido. Ele rasga cadeiras e sofás, salta por cima de quem dorme como se fosse o batman, come gelados e exige mimos. Num arrebato de energia apoderou-se completamente da casa e das pessoas. Minha mãe nao acredita que é o mesmo bicho que na semana passada perdia sangue pelo nariz, se alimentava por seringa e que o veterinario dizia para pensarmos em sacrificar.
Será que ele sabe que eu chego dentro de cinco dias?

Sem comentários:

Enviar um comentário