segunda-feira, 13 de junho de 2016

Salgar a coisa não, por favor

Gosto do optimismo na Política, confesso. Alias, optimismo igual a sal da vida. Mas todo o tempo, a tempo inteiro, com frases de líder de igreja dos novos tempos, foge ao optimismo inteligente e sobrio que faz falta a um pais bastante desorganizado. Tal como o tenho visto nos últimos dias, torna-se como o "sorriso permanente" tão característico da doença de Angelman, algo que so mesmo nessa doença se torna compreensível e suportável.
Por isso vejo o Obama como um líder carismático impar. Sentido de humor mas sem cair no ridículo. Definitivamente não é para todos. Alias, na vida real dos comuns mortais, é tão grave estar deprimido a tempo inteiro como nesse estado de optimismo permanente.
De tudo, nem pouco nem muito; de toda uma vida.

E que conste que eu de Política nao percebo rigorosamente nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário