terça-feira, 28 de junho de 2016

Das viagens quando nos curam

Estes dias serviram para fazer as pazes comigo mesma, com a Vida.
De nada serve fazermos muitos planos, travarmos grandes batalhas interiores; a importancia esta no caminhar preservando uma certa tranquilidade interior.
E nem sempre é mau que adversidades nos obriguem a mudar de rota, por vezes so assim conhecemos a nossa verdadeira capacidade.
Foi bom ter vindo porque nada paga esta calma interior que começo a sentir, este focar-me no dia de hoje e dar de todos apenas os passos que me levem a ser melhor pessoa.
E recuperar assim, a certeza maior de que amor-proprio tambem se lava, tambem se cura.

Sem comentários:

Enviar um comentário