sábado, 9 de abril de 2016

Destaque nas noticias de hoje

"Nunca houve tantos portugueses emigrados."
Felizmente eu não faço parte desse movimento que caracteriza a actualidade econômico-social do meu pais. Fui para fora ha oito anos atras, quando todo o meu coração me pedia que batesse asas e voasse. Queria conhecer mundo, crescer, adaptar-me era uma espécie de brincadeira aos adultos. Voltei pelo mesmo impulso mas com a maturidade das certezas e a paixão de querer adormecer e despertar o resto da minha vida na minha cidade.
Voltei quando tantos saem...

Sem comentários:

Enviar um comentário