domingo, 3 de abril de 2016

A mãe esta tão magra, e o gato também.
Eu vou provando de ser feliz, meio sem sentir o pe no chão. Se parar para pensar corro o risco de ficar triste, de morrer de saudades, de deixar de sentir estes dias de chuva e frio como o meu primeiro inverno dos últimos oito anos.

Sem comentários:

Enviar um comentário