terça-feira, 10 de novembro de 2015

Planos para umas mini-ferias

Um dia de verao a sos, um dia inteiro. Banhos de mar, sal na pele, apanhar conchas: chegaram bastantes com o ultimo temporal. Trazer pedras novas para os quatro vasos que tenho na terraza. Pintar as unhas no meu eterno rosa velho. Sair todos os dias com a maquina fotografica. Longas caminhadas a pe, demanha bem cedo ou ao final da tarde, esses dois momentos perfeitos do dia. Ler um livro inteiro. Voltar ao reiki. Perder-me numa bela massagem e durante essa hora inteirinha libertar todas essas energias acomuladas, desnecessarias, em mim. Sentir-me em paz, descansada. Esquecer que sao ferias. Visitar as coleccoes de inverno nas lojas e morrer de amor pelas lãs porque me lembram como sabe bem o frio, assim agasalhada, na minha cidade. Abrir num dia qualquer um vinho desses que a gente so abre em ocasioes muito especiais. Cortar o cabelo. Ver chegar o instante magico, esse segundo de arrepio na alma, em que nos sentimos rendidos, abertos, ao espirito de natal; e so assim acalmar a tristeza que sinto por ver este nosso mundo tao a deriva. Organizar a casa e a alma.
E depois, retomar a vida outra vez. Mais leve, mais feliz, mais capaz.

Sem comentários:

Enviar um comentário