terça-feira, 15 de setembro de 2015

Segunda quinzena de setembro. Dias tao belos, uma luminosidade que conforta a alma. O mar calmo, os ventos domados, gente na praia as nove horas da manha. Um silencio que cura, um sol que nao fere, gaivotas serenas.
Como se a propria vida respirasse em paz...

Sem comentários:

Enviar um comentário