domingo, 23 de agosto de 2015

Para curar a tristeza

Ficar a sós comigo. Caminhar descalça pela areia junto ao rebentar das ondas, numa praia cheia de gente, cheia de miudos a rir e a correr. Caminhar debaixo de um sol vivo, num dia de um agradecido vento. Caminhar de olhos fechados e perceber a fronteira onde se misturam os cheiros a mar e nivea, sentir paz nesse lugar, saudades nem sei de quê.
(...)

Sem comentários:

Enviar um comentário