quarta-feira, 8 de abril de 2015

Do lado de dentro do coracao, vento e resistencia, e muito amor. Nunca tenho duvidas sobre as coisas mais importantes da vida: quem temos e nao o que temos.
...
A quimera do grande amor? Ha indicios de que existe de verdade.
No outro dia um rapaz disse o meu nome. Disse-o de uma maneira diferente, as letras eram as mesmas, a voz dele nao era uma novidade, mas foi a forma como o disse.
...
De todos os homens que amei, guardo no coracao precisamente aquele com quem nunca me deitei. Ele, talvez sem saber, me tenha oferecido mais do que qualquer outro. Quem sabe ainda hoje se deite sem cerimonias, todos os dias, com a minha alma nua.

Sem comentários:

Enviar um comentário