quinta-feira, 30 de abril de 2015

Bom dia

Hoje no cafe da manha li no jornal a historia do Borja e fiquei com o resto do meu dia iluminado. O Borja é um menino de onze anos que juntava dinheiro num porquinho, para um dia comprar uns patins. Este miudo igual a tantos outros ficou a saber que a associacao de vizinhos do povoado onde vive, nao tinha dinheiro para este mes poder atribuir leite no cabaz alimentar com que ajudam cerca de sessenta familias carenciadas. Foi a casa, abriu o porquinho, e saiu para comprar leite. Cento e cinquenta litros de leite, foi quanto o Borja, sozinho, conseguiu comprar para a associacao. Ficou sem os patins, mas diz ele que esta muito feliz porque sente que fez o que tinha que fazer.
Sao estas as almas que salvam o mundo, as que acreditam, as que agem. Com certeza havia por ali gente adulta com possibilidades de o fazer, com certeza alguma das sessenta familias nao gere correctamente os seus dinheiros, pode ate ser que a associacao seja uma entre tantas com as contas pouco claras. O certo é que o Borja soube o que tinha que fazer. E eu, se tivesse um filho destes, ficaria tao cheia de orgulho e vaidade, que nem vos conto.

Sem comentários:

Enviar um comentário