segunda-feira, 2 de março de 2015

A vertigem dos ultimos dias, vespera de umas ferias que se esperam feitas so de tranquilidade, a vontade grande de acordar em casa, de ouvir falar em portugues, de sentir o coracao bater mais forte dentro de cada abraco que me espera.
Vai ser igual ao primeiro banho de mar do ano, vai lavar-me a alma e deixar-me nova.

Sem comentários:

Enviar um comentário