sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Querida Cayetana

Vou voltar a ler a biografia da tao querida duquesa de Alba. Foi uma mulher livre, que amou muito, valente, simples, quase folclorica. Nunca permitiu que outros vivessem a vida por ela.
Tao bonito o que lhe escreveu o seu Afonso na coroa de flores...

Sem comentários:

Enviar um comentário