segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Esta manhã no pão quente:
Ele, um senhor na casa dos sessenta e tantos anos: Da-me duas barras de pão, que algum dia casamos.
Ela, uma rapariga na casa dos quarenta anos: Sempre a mesma conversa. Ja fui casada quinze anos, não quero mais.
Ele: Não, não foste casada, dissimulaste que eras casada.
Ela: Quinze anos e não fui casada?!
Ele: Eu levo quarenta anos, e apaixonado...
Ela: Pois pois, por isso vem aqui todos os dias buscar pão e dizer-me que algum dia casamos.
Ele: E casamos. Mas so se não existir a minha mulher, evidente. Da-me o pão rapariga, que tu não sabes o que significa a palavra "casar".
Divertido, olhou para mim e piscou-me o olho. Ela fingia ja ter perdido interesse na conversa. Quando ele saiu, ela disse para si mesma: Velhos com a mania...

Acho que ela nao percbeu o que ele realmente quis dizer.

Sem comentários:

Enviar um comentário