sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Lugares que surpreendem

Uma semana especial. Chuva, Outono, rosas em Outubro, verde, mar e montanha, praias com alma, e uma sensação indescritível por ter encontrado um lugar no mundo que surge como uma espécie de comunhão entre a cidade do Porto e a ilha de Fuerteventura.
Despertar sem pressas, sem relógio. Vestir um jersey de lã, usar botas sem sentir desconforto. Ter tempo para ficar a sós, sentir o meu coração bater, ler um livro inteiro durante esses dias, descobrir coisas novas, sentir saudades.

Do lado de dentro


















Mallorca
Outubro 2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Momentos dourados

Hoje na mercearia entrou uma bebe muito simpatica, com uns belissimos olhos azuis e linda linda. Quando sai fiz-lhe adeus e disse:
"Adios bebe."
Ela sorriu-me com o sol a arder na expressao, acenou de forma torpe e disse-me:
"Adios bebe."
Desatamos todos a rir. Aos trinta e cinco anos chamaram-me bebe, delicioso.

On vacation

Oh abram alas que eu quero passar.

Ha dias em que nao precisamos de carregar baterias, percebemos em nos uma fonte inesgotavel de vida, de entusiasmo, de curiosidade. Tudo, mas tudo mesmo, pode dar errado, menos a nossa vontade de sermos tao felizes. Portanto amanha, na mala que preparei para oito dias de ferias nas baleares, levo tranquilidade. Aconteca o que acontecer, estou orgulhosa porque esta sera mais uma etapa da minha vida que nao deixo para ficar a pensar o resto dos meus dias como teria sido.
Oito dias inteirinhos longe de tudo, sozinha. A ouvir propostas, a conhecer gente nova, a tomar decisoes.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Flash


"O meu ps sabe a amoras bravas no Verao."
Sophia de Mello Breyner Andresen

Perspectivas

"O amor eterno pode parecer, de fato, uma justificativa de todas as infidelidades. Procurando o seu amor eterno, o homem não seria fiel a ninguém.
Acontece que eu já confessei que nunca fui fiel e considero isso uma mácula que tenho quase como um estigma físico. Mas conheço vários casos de amor eterno. Um deles: o de meu irmão Mário pela minha cunhada Célia. Morreu Mário e Célia matou-se, para segui-lo.
Outro caso: O da minha tia Iaiá pelo meu tio Chico. Este era por assim dizer um bêbado nato e hereditário. Mesmo sem beber, continuava embriagado. Era um homem que, nas suas crises de alcoólatra, enfrentava a polícia montada, derrubando cavalos e enfrentando a multidão. Mas era só Iaiá aparecer para que aquele possesso, de repente e mansamente, saísse atrás dela. Nunca Chico elevou a voz para Iaiá. Sempre foi o homem magnetizado pelo amor: era diante dela um menino patético e tão órfão. Aos 80 anos, ele era um namorado bêbado, mas namorado. E assim ele morreu e assim ela morreu com o amor que continua para além da vida e para além da morte, como Mário e Célia."

Nelson Rodrigues

O Amor, quando vale a pena

Retirado do blog As nove no meu blogue:
 
«Não dá para definir. É um desejo de abraçar com força o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projectos, manias, defeitos, cheiros, gostos.
É querer pensar no que vem depois, ficar a sonhar com essa coisa boa que se chama futuro, vida a dois. É não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz.
É pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar para a cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença nos traz.
É nos melhores e nos piores momentos da nossa vida pensar «preciso de lhe contar isto». É não querer mais ninguém para dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraços e acordar juntos. É sentir que vale a pena porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar o nosso orgulho, a nossa prepotência, os ciúmes, o egoísmo, as nossas falhas e desajustes, o nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. 
No fundo, e quando vale a pena, o amor é uma tentativa eterna.»

Clarrisa Corrêa

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Depois de dar voltas la fora, de espreitar o mundo, de bater asas por instinto, de ter a vida ja quase vivida, pode acontecer que fique cansada e que descubra que o lugar mais feliz foi sempre o lugar de onde parti.
Mesmo assim - esta verdade ja aprendi - todos os arrependimentos serao coisa pouca perante o gosto da verdade inteira, absoluta. E as coisas que os meus olhos tiverem visto e o meu coracao tiver guardado, essas serao minhas para sempre.
Inventamos algumas meias verdades na procura do que realmente nos faz felizes. Muitas vezes paramos no caminho e tiramos o olhar das estrelas, do ceu, do alto. Apertamos, poupamos, calamos, resignamos-nos e somos um bocadinho menos felizes. Perdemos a consciencia de que a qualquer instante a luz se apaga, o caminho fica definitivamente cortado, ja nao ha ceu ou sapatos para contemplar.
O que mais valorizo em mim inteira é o miolo. A minha lucidez e noçao no momento certo, o faro, o instinto, que ao longo da vida tem sido fundamentais; diria que me salvam diariamente.
Sei que vou morrer sem ter tudo feito, serei interrompida possivelmente na curva que antecede as estrelas. É por isso que a Vida para mim nao vai la com tentativas; as coisas boas e a gente interessante em raras circunstancias oferecem margens para duvidas. Estes dias saber desta verdade dentro do meu coracao, ajudou-me muito numa questao que ja leva varios meses a perturbar-me.
Gracas a Deus que nao tenho medo de estar sozinha, e que sim, posso ir descalça mas nao desisto de querer as estrelas.

Muita vontade de ver

terça-feira, 14 de outubro de 2014

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Ao virar da esquina

Uma semana inteirinha de ferias, dias para ficar longe, sozinha. Namorar a chuva, dormir aconchegada, vestir camisolas quentes, pedir uma carta de chas, visitar a catedral e relembrar Gaudi, fazer uma viagem de trem, fotografias novas, a biografia de Stephen Hawking para ler, uma ilha para descobrir, caminhadas, sentir o Outono, rodeada de mar e de verde.

domingo, 12 de outubro de 2014

"Alguma coisa que eu disse distraido - talvez palavras de algum poeta antigo - foi despertar melodias esquecidas dentro da alma de alguem. Foi como se a gente soubesse que de repente, num reino muito distante, uma princesa muito triste tivesse sorrido. E isso fizesse bem ao coraçao do povo; iluminasse um pouco as suas pobres choupanas e as suas remotas esperanças."

Rubem Braga, Rio de Janeiro, 1997

Flash




 Beauty save us
Tambem nunca tinha parado para pensar numa outra possibilidade: que talvez a pessoa que espero que chegue á minha vida, nao exista, nunca chegue.
Hoje parei para pensar, pela primeira vez, na possibilidade de tudo dar errado. Mesmo assim tenho que seguir em frente, se os finais fossem previsiveis viver nao seria uma aventura.
Ir, sem medo. É a unica forma de saber como será.

A nao perder

Esta manha vi o nascer do sol mais bonito do ano inteiro. O ceu dourado fogo, aquela bola imensa entre as palmeiras que se viam apenas em negro total, um cenario de autentico paraiso. Pensei em ir bsucar a maquina fotografica, mas fiquei ali quieta, cheia de calma e gratidao. Alguns momentos merecem ficar eternizados apenas na nossa memoria.

sábado, 11 de outubro de 2014

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Perfumes

Tinha vontade de mudar. Cheirei os frescos da L'Occitane, esperei meia hora para ver o efeito do que mais gostei na minha pele: jazmin e bergamota. Nao me convenceu. Vi as novidades pacientemente, sou de ler rotulos.
No fim comprei o mesmo perfume que ja me acompanha ha quatro anos: Chance, Chanel.
Fiel, como sempre.

Esperança

No meio de tudo isto, a alegria de ver o Premio Nobel da Paz em tao boas maos.

O drama ebola alem fronteiras

Se pararmos para reflectir sobre este tema actual e imprevisivel, percebemos o quanto o mundo esta fragil, o quanto a selva no verdadeiro sentido da palavra se instalou no meio de nós. Pela nossa ignorancia, pela nossa velha mania de pensar que isso acontece aos outros e os outros vivem em paises fora do planeta, pela nossa sensaçao de segurança total e absoluta que afinal nao é mais do que uma quimera, por sermos tao injustos e despreocupados com o estado actual do nosso mundo. A ebola existe ha quarenta anos, matou e mata milhares de pessoas, ja visitamos o espaço e sem embargo nao existe investigaçao suficiente sobre esta doença.
Hoje vi uma grande reportagem em Africa, e que tristeza de cortar a alma. O drama supera qualquer situaçao pensavel. Familias inteiras vivem o estigma do isolamento porque as aldeias nao querem o convivio, crianças estao atiradas em cartoes no chao a espera da morte. Equipas inteiras de profissionais e voluntarios estao sentados a olhar, porque nao podem fazer mais nada. Aterrador.
Agora chegou à Europa, vamos por fim arregaçar as mangas.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Flash


Frescor agradecido de capim molhado
Como alguem que chorou
E depois sentiu uma grande,
Uma quase envergonhada alegria
Por ter a vida continuado...

Mario Quintana

Flash



Os pequenos prazeres da vida, por Philippe Delerm (autor do minimalismo positivo):
Pedalar suavemente uma bicicleta.
A obscuridade de um cinema num domingo á tarde.
Apanhar amoras no campo.
Folhear um livro na praia.
O jersey de Outono nos primeiros dias de frio.
Perder-se num caleidoscopio.
(...)

Coaching de Oscar Wilde, Allan Percy

Um mundo melhor

Muito mais á frente de todas as possibilidades que nos traz uma adequada Inteligencia Emocional, está a importancia do longo alcance da Inteligencia Social. Karl Albrecht distinguiu dois tipos de comprtamento: o comportamento toxico que faz com que os demais se sintam intimidados, frustrados, furiosos com os nossos actos; e o comportamento nutritivo que permite que os demais se sintam valorizados, capazes, queridos, respeitados e apreciados por nossa parte.
Nao se trata de agradar a gregos e troianos, de cair bem ao santo e ao pecador. Trata-se de construir um mundo melhor, onde o bem estar alheio faz parte do meu proprio bem estar.

Coaching de Oscar Wilde, Allan Percy

October

As praias voltam a uma calmaria que apetece, costumo dizer que no Outono abre oficialmente a epoca de praia para mim. Hoje levantei muito cedo, pouco depois das sete. Dormi as oito horas que faz tempo o meu corpo me pedia, o que ao abrir os olhos me fez sentir cheia de vigor e boa disposicao. Abri a janela do quarto e vi a montanha amarelo dourado, num contraste perfeito com o ceu azul limpo. As cores mais palidas, mas ainda assim o sol...

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Flash





Old pics
Tenho aprendido coisas tao importantes como desprender-me de pessoas, de coisas tao pessoais como livros e porta-retratos, de lugares onde cresci.  Nao é facil, definitivamente. Porque os afectos nao diminuem, nao encolhem, nao mudam de maneira a que a saudade sufoque menos. Nao. Mas os afectos maduram, estacionam na sombra de um lugar onde ficamos em paz com a vida. Aprendemos que liberdade é isto e nao outra coisa: somos nus, é por dentro que as pessoas e as coisas viajam connosco pelo mundo fora.

domingo, 5 de outubro de 2014

Flash

"Desejo que desejes alguma mudança, uma mudança que seja necessária e que ela não te pese na alma, mudanças são temidas, mas não há outro combustível para essa travessia.
Desejo que desejes muitos meses bem fechados, que nada fique por fazer, e desejo, principalmente,
que desejes desejar, que te permitas desejar, pois o desejo é vigoroso e gratuito, o desejo é inocente, não reprimas os teus pedidos ocultos, desejo que desejes vitórias, romances, diagnósticos favoráveis, mais dinheiro e sentimentos vários, mas desejo, antes de tudo, que desejes, simplesmente."

Martha Medeiros

sábado, 4 de outubro de 2014

Flash



Mais um grama de cansaço neste corpo e nesta mente, e é bem provavel que fique desprogramada ad eternum.
Tem dias que gosto deste ritmo, tem outros como hoje, que me sinto desesperada.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Respirar. Nao medir o espanto e a alegria. Ser objectiva, usar a minha matematica querida para as contas da vida baterem certo. Pensar no futuro mas concentrar-me apenas nos passos exactos do presente; sao esses que me levarao a algum lugar. Ficar cansada e saber que nao poderia ser de outra maneira, olhar para o guiao e sentir que as cenas mais duras ainda nao foram rodadas. Acreditar na minha luz propria, sempre. Na vida real nao existem duplos.
E depois gostar de mim. Sentir-me orgulhosa por mais uma vez, sete anos depois, ser ainda tao valente, tao corajosa: sentar-me de frente para a Vida, olhar-la fundo nos olhos e dizer sem falsas modestias quero mais.

Querido Deus imensamente generoso comigo, Obrigado.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Flash






Moon on the earth
Timanfaya - Lanzarote del Mar
"Luxo é sentar à beira da lareira num fim de tarde de inverno, usando um surrado cashmere, um par de meias escocesas meio furadas, um pequeno copo de botequim cheio de pinga, um cocker spaniel ao seu lado e um CD interminável da Blossom Dearie. Isso pode ser no interior da Inglaterra, mas com o passar do tempo e a chegada da maturidade, a gente percebe que também pode ser no interior de São Paulo.
Esta percepção é que é um luxo."
(Do blog momentos)

Flash




"Benditos sean los ceros a la izquierda, los vuelos regular tirando a mal, los que esperan que amaine el temporal, los quistes de los bronquios del minero, los tristes que se rien de la tristeza, los calvos que se quitan el sombrero ante la dignidad y la belleza, los donjuanes sin tierra ni partido, los castos casanovas descastados, los que pudieron ser y no han querido, los benditos malditos desarmados, los parados sin paro ni despido, los don nadie, los santos humillados..."

Joaquin Sabina

Ficar só com quem nos faz feliz

"Mas, aos 40 anos, não compreendo esse medo de ficar sozinho, que me inquietava ainda aos 33. Ficamos sozinhos quando somos exigentes. Ficamos sozinhos quando defendemos as nossas convicções. É um preço que estou disposto a pagar. E há, digamos, dez pessoas de quem gosto, dez pessoas sobre quem não me enganei, e dez pessoas é um mundo."

Pedro Mexia, Expresso

Aloha

A ultima semana foi vertiginosa: muito trabalho, visitas importantes, todo o empenho, dias seguidos sem tempo para almoçar, mas dias tambem de muita garra, de muitas certezas, de novos horizontes.
Entretanto chegou Outubro, vai sendo hora de desfrutarmos plenamente de tudo o que nos oferece exclusivamente o Outono.