quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Flash

Ainda Setembro. Um calor torrido, dias sem vento que salve, noites em claro. As praias cheias, os miudos que comecaram as aulas mas correm ao fim da tarde para o mar, como filhos de peixe. As esplanadas apinhadas de gente mal cai a noite, gelados, melancia doce e sumarenta, peixe fresco, vinho branco gelado. O campeonato internacional de pesca em altura que decorre sempre neste mes e nos traz muita movida: iates, guiris, zumba kids no molhe, tendinhas de artesanato, insuflaveis para os miudos queimarem energia, e no ultimo dia o peixe da vitoria que este ano pesou duzentos e oitenta e quatro quilos. Espantoso o frenesim de viver deste povo latino, cheio de um Verao interminavel na alma.




Sem comentários:

Enviar um comentário