quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Sinto falta do mundo civilizado. Das construcoes feitas com pes e cabeca, terminadas. Das ruas sem inspiracao arabe. De uma agenda cultural vasta. Da noite citadina. De Historia, de ruelas antigas. Das estacoes do ano. Do conceito de beleza e estetica. De um povo uniforme, com identidade.
Nao sinto falta do sufoco da vida na cidade, do pouco ceu nu, da falta de alegria e da indiferenca das gentes, desses estranhos virus da superioridade e do consumismo que atacam seriamente quem vive na cidade.
Aqui predomina uma certa ignorancia e falta de conhecimento aos quais nunca me habituei. Sao gente que vive feliz assim, mas eu sinto sempre que a vida e mais...
Acho que agora que conheco o melhor dos dois mundos, valorizo mais o que cada um me pode oferecer.

Sem comentários:

Enviar um comentário