quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Simplificar

Pensei que tinha aprendido muitas coisas quando me separei do Luis. Especialmente acreditei ter aprendido com os anos de sofrimento que se seguiram. Hoje percebo que aprendi so o justo para saber que as coisas duram o seu tempo e que a vida sempre continua. Estes dias vi-me a cometer os mesmos erros, ontem comecei a nao gostar do que estou a sentir e decidi entao ficar quieta; ainda estou muito verde para pensar em envolver-me a serio com alguem que nao seja pelo menos capaz de abrir-me um guarda-chuva num dia de temporal. Nenhuma casa comeca pelo telhado, muito menos o amor.
Por isso disse para mim mesma: Detem-te miuda, respira fundo e canta cem vezes Eu so vou gostar de quem gosta de mim.
Se tiver que chegar alguem a minha vida, chegara com toda a calma do mundo, nao sera necessario que eu me ponha aturdida a fazer sinais de fumo nem a estender bandeiras feitas de lencois de desespero.
Afinal todos os dias acordo e desperto sem essa pessoa ao meu lado, e todos os dias a vida acontece.

Sem comentários:

Enviar um comentário