quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Das coisas que gosto perdidamente em ti

A tua calma, que cheira e sabe a segurança. As palavras que escolhes quando te diriges a mim. A persistencia que te noto em coisas pequenas, e que me fazem admirar-te como ser humano. A forma como ris. O teu ar serio. O teu perfume tao masculino. A forma como es obstinado pelo teu trabalho e a tua infinita paciencia. Gosto especialmente da capacidade subtil que tens de me quebrar a crista, contigo sinto que tenho muitas coisas novas para aprender. Tens alma de gato, e es um homem de Fe.
(...)

Sem comentários:

Enviar um comentário