sexta-feira, 11 de julho de 2014

Morrer e a coisa mais triste do mundo. Dizer adeus, ficar longe para sempre.
Hoje na missa o padre lembrava que a nossa passagem por aqui e apenas um convite que recebemos para uma festa intensa e bela. E que enquanto ca estamos, devemos olhar mais para dentro do que nos une do que do que nos separa.

Sem comentários:

Enviar um comentário